Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Publicação em destaque!

Será que basta ter boas referências e gostar da Criança? Ama/babysitter

Olá ! Estamos de volta e hoje vamos falar sobre Babysitter ou se preferir pode chamá-la de  "Ama".

Bem, sabemos que é uma realidade inevitável, a qualquer momento teremos de deixar os filhos aos cuidados de terceiros e esta tarefa costuma ser difícil para as famílias.

 As vantagens de escolher uma babysitter ou Ama é saber que o seu filho está a ser cuidado exclusivamente por aquela pessoa e toda a atençao está voltada para ele.

Entretanto a escolha da Ama ou Babysitter precisa obedecer alguns cuidados básicos que não bastam apenas boas referências vindas de pessoas conhecidas.

Exige uma série de requisitos.
Por isso vamos às dicas como escolher uma Ama/ ou babysitter para o seu filho.

Entrevistas

Devem ser feitas pessoalmente e de antemão

Muitas por motivo de urgência e exigências profissionais " "confiam" apenas nas "boas" referências dadas pelos amigos ou até mesmo por outras mãe e por esta razão  "isentam" a entrevista cara a cara antecip…
Mensagens recentes

Avós -"Mais mimos e menos "burocracia"? - Os filhos ao cuidado delas!

Olá!
Quem nunca falou ou  ouviu o dilema de que as avós mimam muito as crianças?  Mas será que é bem assim? Será este  o "receio" das  mães que optam  pela creche precocemente? rrrsssss

Voltamos novamente com o tema - "Acabou a minha licença de maternidade e agora?" Hoje vamos dar dicas para as mães que preferem confiar o cuidado dos seus filhos às avós essencialmente bebes antes dos 2/3 anos.

Escolher tanto creches quanto Avós ou Amas nunca é uma decisão fácil. Envolve uma série de inconvenientes e muita das vezes ideias pré-formadas e "mistificadas".
Ambas as opções sempre têm fatores positivos e negativos também.

Seja qual for a decisão o importante é ver  o Crescimento e desenvolvimento dos nossos filhos em todos os sentidos de maneira segura e feliz.

Não há uma "melhor opçao"; hà casos e casos; há Crianças e Crianças e cada uma com as suas necessidades.

 Nem sempre a creche està em mais vantagem que as avós/amas e vice-versa.
Sempre teremo…

"Acabou a minha licença de maternidade e agora?" A creche será a única melhor opção?

Está a chegar aquela fase angustiante em que o seu "grudinho" terá que desgrudar-se por algumas ou longas horas de si? E nao sabe a quem confiar o seu pequenino?

Quando se aproxima o término da licença de maternidade muitas são as tensões vividas pelas mães.

O medo e a insegurança causados pela "separação" de algumas horas e da nova rotina são os maiores receios e preocupações iniciais de uma mãe ao escolher com quem e aonde deixar o seu filho.

 Estamos de volta e hoje com um tema super interessante. E mais interessante ainda foi ver através de  uma sondagem feita,  mulheres que ainda nao sao Mães mas já têm alguma preferência a quem"entregar" futuramente o cuidado dos seus filhos quando tiverem de regressar às atividades profissionais.

A maioria das mulheres e mães optaram por Creches/berçário, e confesso que fiquei surpresa rrss.  Mas será de fato  "unica melhor opção?


Referências iniciais

Certamente nós as mães começamos com as mais básicas referê…

"Se eu soubesse não teria feito tanto esforço"- Juliana Silva fala sobre o aborto!

Elas são a fortaleza em pessoa,  mulheres guerreiras;  corajosas e completamente destemidas;  preparadas para  enfrentar  "tudo",  menos a perda de um  filho, e lidar com a memória de:  "Eu já fui Mãe" ou "eu fui quase mãe".

Para muitas, a imagem de um filho   chega a ficar apenas na imaginação.
Sonhos interrompidos por vezes ao início; meio e incluive, ao final da gestação, como em alguns casos infelizmente.
E fica a dor da memória: " Eu perdi um filho"/"Eu fui mãe".

A maioria não fica só pela dor, como carrega consigo a terrível sensação de fracasso e de "culpa".

De uma "semente" a um embrião e de embrião a um feto.
Infelizmente, esta ordem natural de uma gestação não se conclui para muitas mulheres, cujo maior sonho é carregar por 9 Meses um filho em seu ventre, e esperar que nasça, para assim tê-lo em seu colo.

Uns a "favor" e outros "contra"; interrompe sonhos ou "pesadelos"; de f…